Dicas

Noticias

Microchip: qual a importância para seu bichinho de estimação

É inegável que os bichinhos de estimação estão cada vez mais presentes na vida das casas, e não só como pets, mas como parte importante da família. Uma forma de garantir uma proteção extra para os bichinhos o microchip é colocado.

Para os donos de animais de estimação esse termo já não deve ser tão desconhecido e mesmo que você tenha um leve conhecimento sobre o assunto, vamos te explicar de forma melhor.

O que é um microchip ?

O microchip é um pequeno dispositivo de identificação eletrônica contendo todas as informações mais relevantes sobre o animal.  Seu tamanho é o que equivale um grão de arroz.

Para segurança da saúde dos animais, o microchip é envolto em uma cápsula de vidro biocompatível.

Como implantar o microchip no seu animal ?

Somente um veterinário pode realizar o processo. Apesar da necessidade de um especialista, o processo é simples, rápido e praticamente indolor.

O chip é colocado um pouco abaixo da nuca do animal e com auxílio de um injetor ele é empurrado através da pele. O dispositivo fica invisível a olho nu e depois de implantado dura uma vida inteira.

Sim, ele não possui data de validade e as informações nele contidas não se perdem com o tempo.

A recomendação para implantação do chip é a partir do segundo mês de vida do bichinho, depois disso em qualquer momento ou idade o microchip pode ser colocado.

Quais informações estão no microchip ?

As informações que estarão contidas no chip são coisas básicas para identificação do animal e dono.

As informações básicas cadastradas no banco de dados online são:

  • Nome completo do dono; números de telefone; endereço tanto comercial quanto residencial;
  • Cor da pelagem do animal; raça; nome do bichinho; características individuais que possam facilitar uma identificação.

Por que devo implantar o microchip ?

O principal motivo é segurança. A qualquer momento estamos suscetíveis a acidentes, como seu animal de estimação se perder, fugir ou até mesmo ser roubado.

Só a ideia já pode ser desesperadora, mas o microchip pode fazer toda a diferença nessa situação. Os dados ficam armazenados em um banco de dados que pode ser acessado por veterinários, abrigos e órgãos públicos.

Sendo ele identificado a chance de você reaver seu animal é muito maior do que aqueles que não passaram pela microchipagem.

Caso queira viajar para o exterior e levar seu pet, ele obrigatoriamente deve estar microchipado para que ele possa seguir em viagem.

O centro veterinário Alpha Conde realiza todo o processo de microchipagem com materiais certificados, tanto nacionalmente quanto internacionalmente.

Para certificar e garantir total segurança daquele que tornou-se membro da sua família, entre em contato conosco e faça o agendamento desse processo tão importante.