Guia Completo de Como Cuidar de Gato: Do Filhote ao Idoso

Guia Completo de Como Cuidar de Gato: Do Filhote ao Idoso

Saber como cuidar de gato tem uma grande procura, pois os donos de animais de estimação desejam oferecer qualidade de vida a eles, e não ter problemas com a saúde do animal por falta de informação. 

Vamos te explicar os cuidados que os gatos precisam, e que são bem diferentes das que as pessoas têm com os cães.

Entenda as Características dos gatos

Sabemos que os gatos gostam de ficar sozinhos. No entanto, isso não significa que eles não tenham afeto por seus donos, apenas possuem um comportamento mais autônomos, e respeitar esse espaço é importante para que os gatos se sintam confortáveis.

A adoção de um novo membro da família pode acontecer logo após o nascimento ou quando ele já cresceu. Cada fase da vida do bichinho exige saber como cuidar bem dele.

Como Cuidar de Gato recém-nascido e de filhotes

 

Os primeiros dias com o gato exigem cuidado redobrado, pois depois que ele nasce o sistema imunológico ainda está em formação.

Nos primeiros dois meses de vida, tudo que ele precisa é do leite e da mãe para se desenvolver. Qualquer introdução de água, ração, entre outros alimentos devem seguir as recomendações de um veterinário da sua confiança.

Castração do gato

Alguns donos sentem receio de castrar seus gatos, mas o procedimento é seguro, com boa recuperação e melhora a expectativa de vida do animal e  o como cuidar de gato fica mais tranquilo, pois reduz os efeitos negativos do cio.

Em média, entre 4 e 5 meses de vida, o animal já está apto a passar pelo procedimento. Se você adotou um gatinho ou uma gatinha já na fase adulta, procure um profissional para realizar a castração.

Vacinação e medicamentos

Outra preocupação é com relação à vacinação que o gato deve ter.  As primeiras vacinas são dadas a partir dos 2 meses.

Para que você possa entender quais são e em quais períodos, fizemos esse breve calendário.

Vale ressaltar que até que o seu pet esteja vacinado, ele precisa ficar em casa e sem ter contato com outros bichos para evitar contaminações.

protocolo de vacinação de gato

 

Observação: 

Animais negativos para FELV e que tem acesso a rua, contato com outros gatos pelo quintal, ou que possuem contactantes positivos para FELV, deverão iniciar protocolo de vacinação com quíntupla felina.

Cuidados com os gatos jovens

Tanto os filhotes quanto os gatos mais jovens estão aprendendo a conviver dentro de uma casa com humanos, por isso é importante ter paciência e aprender a como cuidar de gato nessa fase. 

Eles estão aprendendo a fazer suas necessidades fisiológicas na caixa de areia (e isso demanda tempo), além de ser importante deixar o alimento apropriado ao animal e água filtrada.

Estimule brincadeiras que eles possam saltar, correr, pular e escalar.

Cuidados com as unhas

O ideal é que você compre no Pet Shop um arranhador de unhas para que o gato possa afiá-las. Quando as unhas ficarem muito longas, agende uma visita ao veterinário para cortá-las.

Os gatos adoram os arranhadores, encontre o tipo ideal para seu gatinho.

Gatos adultos e idosos

Depois que os bichinhos já se desenvolveram é comum que eles comecem a perder a energia e queiram ficar mais deitados e dormindo. Compreenda esse processo de amadurecimento do animal e preze pela qualidade de vida dele.

Não exija mais que ele possa fazer. Dê o máximo de carinho e respeito.

Hora do banho

Eles já gostam de lamber os próprios corpos para higienizá-los. No entanto, o banho mais caprichado deve ser feito com moderação e com cuidado. Além disso, animais com pelos mais longos precisam ser escovados para evitar excesso no estômago.

Caminha para o gato

Aqui há uma outra diferença entre cães e gatos. Os cachorros se adaptam bem em casinhas do lado de fora da casa e os gatos preferem as caminhas em locais fechados.

Lembre-se de que a escolha precisa oferecer conforto para o descanso dos bichinhos.

Alerta para gatos de apartamento

Os gatos são uma ótima companhia para quem deseja um pet que não faça muito barulho e se adapte a lugares pequenos. Em contrapartida, eles são bichos curiosos e gostam de ficar em lugares meio arriscados a sua proteção.

Garantir sua segurança e conforto são fundamentais antes de adotar um bichano, por isso cheque se todos os pontos a seguir estão sendo seguidos:

Segurança e Cuidados

Devido ao instinto dos felinos, é normal que os gatos apresentem comportamentos de caça e tentem capturar pássaros, objetos pendurados e insetos. Por isso, já que muitos apartamentos atingem alturas perigosas em caso de acidentes, possuir rede de proteção para gatos é uma medida essencial.

Isso os protegem mesmo que pulem, pois a rede que é resistente a impactos os deixarão seguros contra quedas fatais. Além disso, caixas de areia e brinquedos arranhadores não podem faltar. Assim, você garante o bem estar de seu pet mesmo quando não estiver presente.

Leia também:

Como cuidar de filhotes de cachorro: Dicas sobre tudo que você precisa saber

Outros artigos